Acordo firmado com associações militares e o governo do Estado será encaminhado pelo executivo para a ALE

O presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL), cel. J. Cláudio Nascimento, participou, na tarde desta terça-feira (19), juntamente com os demais representantes das associações militares (ASCEL, ABMAL, ASSORPOBOM, Caixa Beneficente, UPM, ARPMAL, ASSMAL, ASPRA, ACS/AL), o Subcomandante-geral da PMAL cel. Wilson Silva e o secretário da Segurança Pública do Estado cel Lima Júnior, da reunião com a equipe de governo, onde foi anunciado pelo secretário do Gabinete Civil do Governo Fábio Farias e o secretário de Gestão Interna Felipe Cordeiro o envio, até o final desta semana, das mensagens de lei que efetivará o acordo firmado com a categoria em 2018 para a Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).

O acordo contempla o reajuste salarial na ordem de 12%, sendo a primeira parcela de 5% para o mês de novembro de 2019, a correção e extensão da verba de uniforme para Sargentos e Oficiais. Além da correção do subsídio dos cadetes até o posto de 2° Tenente, que se encontra atualmente na Secretária da Fazenda do Estado (Sefaz), mas que também será enviado à ALE – junto às outras mensagens, até o final desta semana.

O secretário Fábio Faria falou do esforço da equipe de governo e da decisão política do governador para honrar o compromisso assumido com a categoria e finalizou se comprometendo em fazer gestão junto a bancada da Casa de Tavares Bastos para aprovar as mensagens enviadas, inclusive a lei de promoção que já está em tramitação.

Segundo o presidente da Assomal, cel. J. Cláudio Nascimento, “ esta conquista é fruto do esforço conjunto do trabalho de todos os militares, Associações, Comandos das Instituições e do governo que acreditam na grandeza da valorização profissional como fator preponderante para a redução do crime e da violência em Alagoas”. Cel J. Cláudio ratificou que a luta não se encerra com a efetivação do acordo da categoria, pois a valorização profissional dos militares estaduais ainda tem muito a progredir.

Divulgue em sua rede social