Responsabilidade Social: parceria resulta no projeto CSA Olímpico voltado para jovens de comunidade carente em Maceió

A Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL) firmou na manhã desta segunda -feira (27) parceria com o Centro Esportivo Alagoano (CSA), a universidade Federal de Alagoas (UFAL) e a WFA Sports para o projeto CSA Olímpico, voltado para crianças e adolescentes que residam em comunidade carente de Maceió. As modalidades que começam a fazer parte do projeto são o basquete, o handebol, o vôlei e a natação. Mas todos os esportes olímpicos serão comtemplados posteriormente.

O lançamento oficial do projeto aconteceu no CT Gustavo Paiva no bairro do Mutange, que contou com a presença do Ten Cel Olegario Paes Diretor secretário da Assomal, do Cel Luna, comandante da Academia da Policia Militar, do vice presidente do CSA, Omar Coelho, o presidente deliberativo do clube Rafael Tavares, a secretária de Estado do Esporte Lazer e Juventude Cláudia Petuba e representantes da UFAL, da WFA Sports, das federações esportivas do Estado e interessados pelo esporte olímpico no estado.
Ao longo da história da ASSOMAL, vários projetos sociais, desenvolvidos nas áreas esportivas da entidade, a exemplo do golbol (esporte praticado por pessoas com deficiência visual), se notabilizaram pela melhoria da qualidade de vida das pessoas que residiam no seu entorno. Contudo, foram caracterizados pela iniciativa pessoal e pela incidência, maior ou menor, a depender do perfil sócio esportivo de cada gestor. Assim, esses projetos, na maioria das vezes, findavam com a gestão.
Para o presidente da Assomal, coronel J.Cláudio Nascimento, a participação da entidade no projeto vai permitir a continuidade das ações desenvolvidas de interesse institucional, a exemplo do Assomal Olímpico.
“A Diretoria Executiva da ASSOMAL aprovou a iniciativa, pois analisou o potencial esportivo da entidade, o período ocioso das áreas esportivas não utilizadas pelos sócios e a possibilidade de capitar recurso dos entes públicos para investimento nos espaços utilizados pelo projeto”, afirma o gestor da Associação dos Oficiais.

As atividades desenvolvidas pelo Assomal Olímpico serão incluídas no projeto CSA Olímpico, sob a coordenação do coronel Carlos Luna e do tenente-coronel Olegário Paes, ofertando a centenas de jovens novas perspectivas sobre o futuro, ineditismo que inclui a Assomal no rol das organizações engajadas em enaltecer o desenvolvimento do esporte Olímpico e Paraolímpico em Alagoas e em todo nordeste.

Divulgue em sua rede social