20191208111123_IMG_5271

Nota oficial de apoio aos tenentes-coronéis Paulo Eugênio e Rocha Lima

A Associação dos Oficiais Militares de Alagoas – Assomal vem, por meio da presente nota, manifestar sua solidariedade e irrestrito apoio aos tenentes-coronéis da Polícia Militar do Estado de Alagoas – Paulo Eugênio da Silva Freitas e Antônio Marcos da Rocha Lima, ambos sócios desta entidade, em virtude da descoberta de um suposto plano para ceifar a vida dos referidos oficiais – fato amplamente divulgado na mídia alagoana desde o último dia 18.

Diante disso, esperamos que os órgãos competentes apurem os fatos e promovam a devida responsabilização dos envolvidos, no que estarão contribuindo para o fortalecimento do Estado Democrático de Direito.

A Assomal está em alerta e vai acompanhar as ações direcionadas para salvaguardar à vida dos Oficiais supracitados, assim como, disponibiliza o corpo jurídico da instituição para adoção das medidas pertinentes ao episódio.

Maceió-Alagoas, 23 de fevereiro de 2019.

Diretoria Executiva de Assomal

Divulgue em sua rede social
52765540_2500346340006938_1430739922255347712_o

Assomal participa de reunião sobre Reforma Previdenciária com representantes do Congresso Nacional

A Associação dos Oficiais Militares de Alagoas – Assomal, representada pelo diretor-secretário tenente-coronel Olegário Paes, participou na última quarta-feira (20), em Brasília, de uma reunião organizada pela Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais – FENEME com representantes do Congresso Nacional para esclarecer os efeitos do texto da reforma previdenciária para militares estaduais e do Distrito Federal.

Durante a reunião, o coronel Elias Miler – que integrou a equipe de transição do Governo Bolsonaro, explanou com detalhes o conteúdo da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 06/2019 que trata da reforma da Previdência. Os principais pontos, abrangendo os militares estaduais são:

– Aplicação simétrica do regime jurídico dos militares das Forças Armadas aos estaduais, do DF e Territórios;
– Criação de Lei Complementar da União para estabelecer regras gerais sobre INATIVIDADE e PENSÃO, o que permitirá igualdade de tratamento entre as corporações;
– Todas as Leis Estaduais que confrontarem as novas regras serão derrogadas e
– Reafirmação do Regime diferenciado entre militares e servidores públicos.

Segundo o tenente-coronel Olegário Paes a reunião foi positiva, pois esclarece pontos cruciais para a carreira do militar estadual, inclusive, dirimindo questões que atualmente causam incertezas e desconforto no cotidiano das Corporações. “O contato com a direção da Feneme será permanente até a aprovação definitiva das matérias em tramitação no Congresso Nacional. E, desta forma, atualizaremos nossos associados sobre a questão”, afirma.

A FENEME emitiu Nota Técnica sobre as alterações propostas na PEC n° 06/2019 que pode ser consultada abaixo:

View Fullscreen
Divulgue em sua rede social