Assomal apoia campanha nacional de combate e prevenção a Hanseníase

No último domingo do mês de janeiro é celebrado o Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase. Também conhecida como lepra, esta enfermidade atinge por ano, segundo o Ministério da Saúde, cerca de 30 mil pessoas, entre adultos e crianças, nos vários estados brasileiros. E para lutar contra a desinformação e o preconceito, a Associação dos Oficiais Militares de Alagoas – Assomal aderiu à campanha do Janeiro Roxo.

A hanseníase, antigamente conhecida como lepra, é uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada Mycobacterium leprae ou bacilo de Hansen. Sua transmissão ocorre normalmente pelas vias aéreas superiores. A doença tem cura, mas, se não tratada, pode deixar sequelas.

Entre os principais sintomas da hanseníase estão manchas na pele com alterações de cor e de sensibilidade, dormência, queda de pelos e comprometimento de nervos periféricos. Ela se desenvolve dependendo das condições do sistema imunológico do indivíduo ao qual foi transmitido o bacilo.

Em apoio ao Janeiro Roxo, além da alteração no layout do site e das redes sociais da Assomal, postagens educativas sobre a Hanseníase serão difundidas para estimular o diagnóstico precoce e o tratamento adequado da enfermidade.

Divulgue em sua rede social