informativo unificado 01

Informativo Unificado nº 01 – Movimento Unificado dos Militares de Alagoas

Movimento Unificado dos Militares Estaduais informa à tropa que participará da reunião com o secretário de Estado do Planejamento e Gestão Fabrício Marques, na manhã desta sexta -feira (20), onde estarão presentes, além de todos os presidentes de associações, a cúpula da Secretaria de Segurança Pública, buscando resolver as demandas das categorias através da negociação e por meio de um processo sério e transparente.

Assim, fiquem atentos porque cada passo do processo será informado a tropa por meio de informativo unificado.

Divulgue em sua rede social
WhatsApp Image 2018-04-19 at 12.04.46 (1)

Ações dos Militares Alagoanos Continuam até Próxima Negociação com o Governo

Representantes das associações Militares de Alagoas estiveram na manhã desta quinta- feira (19), na praça em frente ao Alagoinha na Ponta Verde, para conscientizar os militares que ainda estão integrando a Ronda no Bairro. Os serviços ordinários dos militares estão funcionando normalmente, mas a Força Tarefa e a Ronda no Bairro são serviços voluntário e não implicam em indisciplina ou quebra da hierarquia. Estes serviços são paliativos para complementar o salário do Militar que vem defasado desde 2015. Sem o reajuste que lhes é de direito, os representantes do Movimento Unificado dos Militares de Alagoas, buscam o reajuste salarial e a valorização da tropa depois de enumeras reuniões sem sucesso, com os secretários do Governador Renan Filho, resolveram enfrentar o problema, mas tudo dentro da legalidade. Além dos subsídios defasados os profissionais apontam algumas ilegalidades que convive no seu cotidiano, a exemplo de munição fora do prazo de validade estabelecida nas normas técnicas de segurança, viaturas com adulteração de sinal de veículos automotor, EPI vencidos e com verbas de alimentação que não dar mais nem para um lanche. Para o Presidente da Assomal coronel J. Cláudio, “Enquanto o canal de negociação, junto ao governo do Estado, estiver aberto, nós estaremos dispostos a negociar, mas a partir do momento que não chegarmos a um consenso outras medidas poderão ser tomadas, Afirma o Coronel.
Os índices da criminalidade no estado estão aumentando, logo é importante que se chegue a um denominador comum, pois quem sofre com tudo isso, além dos Militares é a população, todavia o controle para o destravamento dessa situação é do governador Renan Filho.

Divulgue em sua rede social
WhatsApp Image 2018-04-19 at 12.54.02

Na tarde dessa sexta-feira (13) representantes das associações Militares de Alagoas se reuniram com o governo do Estado, para as negociações do reajuste salarial.

A proposta inicial por parte do governo foi de 6% dividido em 3 vezes, a qual não houve negociação por parte das entidades. Esta proposta está aquém do reajuste correto para os Militares, após horas de negociação, o Governo apresentou uma sugestão a qual será passada para a tropa em assembleia.

Ficou definido que, na próximo terça -feira (17) acontecerá uma Assembleia Geral na sede da Assomal, às 14hs, para que os militares, juntos, analisem e deliberem a proposta, saindo desta assembleia com um acordo que será exposto ao Governo.

Sendo assim, a mobilização continua, assim como a paralisação da FORÇA TAREFA e da RONDA NO BAIRRO. A tropa continuará unida e forte. As demais ações do cronograma estarão suspensas até a próxima terça-feira (17). Após a assembleia, caso seja necessário o cronograma será retomado e medidas extremas serão adotadas pela tropa.
A intenção dos Militares é resolver tudo da melhor forma para todos. Segundo o coronel J. Cláudio, presidente da Assomal, “ não temos a intenção de prejudicar a população de forma alguma, mas estamos lutando por nossos direitos e o governador precisa entender isso” o presidente da Assomal diz ainda que, “somos todos tropa e juntos somos mais fortes sim, dessa luta, só queremos o que é nosso de direito. Melhoramos os indicadores de violência do Estado e tá mais do que na hora do governador Renan Filho reconhecer isso.” Afirma O Coronel.

“É de extrema importância a presença de todos os Militares na Assembleia Geral, o que for definido pela tropa nesta próxima assembleia, é o que iremos apresentar para o governo. Contamos com a presença de todos vocês Militares Estaduais que diariamente arriscam suas vidas nas ruas sem um salário digno.” Finaliza o coronel J. Cláudio presidente da Assomal.

Divulgue em sua rede social